Mundial de Veteranos anima courts do Jamor

256

Até meados de agosto, atletas entre os 50 e os 60 anos de idade, vão competir pelas várias taças em disputa neste evento

O ITF Seniors World Team Championship, nome oficial do Campeonato do Mundo de Ténis (escalão Veteranos), irá realizar-se até 17 de agosto nos concelhos de Oeiras e Cascais.

O torneio vai ser dividido em dois, pois até ao dia 9 realiza-se o Torneio de Equipas, enquanto de 10 a 17 disputa-se a prova individual.

Para já, está prometida a participação de 130 seleções, o que significa que “mais de 500 jogadores de todo o Mundo vêm a Portugal”, como referiu Vasco Costa, Presidente da FPT na inauguração da exposição “O Ténis em Portugal de 1975 a 2019”, que está patente no Museu Nacional do Desporto.

Para receber estes “ases da raquete”, a FPT realizou uma campanha muito intensa junto das entidades internacionais, pois tinha a “concorrência de 14 países, todos eles europeus ou africanos, com grande capacidade organizativa e financeira”, disse ainda Vasco Costa.

Os campos escolhidos para a disputa deste importante evento do calendário mundial foram os do Clube de Ténis do Estoril (CTE), do Centro Desportivo Nacional do Jamor (CDNJ) e ainda do Clube Internacional Foot-ball (CIF).

Os mais importantes serão os 25 courts do CDNJ que irão receber a Maureen Connoly Cup (+ 55 anos femininos),a Alice Marble Cup (+ 60 anos femininos), a Austria Cup (+ 55 anos masculinos) e a Von Cramm Cup (+ 60 anos masculinos).

Organização e perspetivas:

Organizar tudo é bastante complicado, como confessou o diretor do torneio José Carlos Santos Costa, pois “eventos destes envolvem sempre muita gente, são mais de 500 atletas de 32 países diferentes”.

“Tivemos 586 inscrições e se se juntar mais os 60 elementos da organização, temos imensas pessoas para coordenar em apenas 7 dias”, referiu o diretor do torneio, acrescentando que “para além dos 500 atletas também temos de ver como é que encaixamos 1000 jogos em 25 campos durante uma semana”.

Santos Costa referiu ainda que “este torneio veio para Portugal, porque a Federação está a revelar grande dinamismo na organização de eventos, como por exemplo a Assembleia Geral da ITF, que se irá realizar em Lisboa no mês de Setembro”.

O diretor do torneio acredita que “todas as 6 equipas portuguesas vão ter boas prestações, embora haja países muito mais fortes, como os Estados Unidos, Alemanha, Austrália e Espanha”.

Santos Costa rematou as suas declarações destacando a participação no torneio de Manuel de Sousa, que aos 60 anos ainda joga na perfeição depois de muitos anos a jogar ao mais alto nível enquanto sénior”.

Paula Falcão, Nuno Delfino, Conceição Vinha, Paulo Travassos, Isabel Eça e Vítor Pereira são os capitães das 6 formações que vão defender as cores de Portugal e referiram durante a Cerimónia de Abertura que mais importante que os resultados é sem dúvida, a camaradagem e a alegria que se vai viver durante as duas semanas de duração do torneio.