Início Atletismo Patrícia Mamona agradece o apoio dos portugueses e lança apelo

Patrícia Mamona agradece o apoio dos portugueses e lança apelo

274

A saltadora portuguesa Patrícia Mamona regressou a Portugal e teve uma reação apoteótica com milhares de pessoas presentes no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Em declarações a vários órgãos de comunicação social, Mamona começou por dizer que “isto é tudo muito surreal, esta reação foi espetacular, estavam aqui as pessoas mais importantes da minha vida; a todos eles um especial obrigado”.

“E obviamente um agradecimento especial a todos os portugueses; senti a energia que eles transmitiram durante a competição; é um orgulho para mim representar esta nação”, disse ainda a saltadora que começou a sua carreira no JOMA (Juventude Operária do Monte Abrãao).

Sobre o facto de ter ultrapassado os 15 metros, a saltadora lusa referiu que “quem me conhece sabe que não me contento com o recorde nacional ou pessoal, há sempre oportunidades para melhorar; sair com esta marca era algo impensável, mas depois fui acreditando”.

“Estar no patamar dos 15 metros é espetacular, é como estar nas melhores de sempre no Triplo Salto; agora é aproveitar esta maré e quero consolidar os 15 metros, porque sinceramente ainda não me caiu a ficha que isso aconteceu”, confidenciou a atleta.

Apesar de ter 32 anos de idade, Patrícia Mamona não considera estar na fase descende da carreira, porque “de mim podem sempre esperar que dê tudo; até hoje muitos já não acreditavam em mim, diziam que há estou velha, mas sinceramente acho que ainda tenho muito para dar; não tive muitas lesões ao longo da carreira, isso dá-me uma prespetiva de longevidade; temos de desligar um pouco das idades, o meu intuito é sempre dar tudo”.

A terminar, a atleta do Sporting, não se esqueceu do desporto escolar, projeto que levou à sua “explosão” no desporto de alta competição

“Não queria falar muito nas coisas negativas, mas obviamente os apoios fazem muita diferença, e se queremos ter um grande lote de atletas temos de estar ao nível dos outros; mas este é um momento importante para dizer de onde é que eu vim: vim do desporto escolar e acho que temos de investir um bocado mais no desporto escolar é aí que surgem os grandes talentos e depois a partir daí é evoluir”, vincou Mamona.