Liga Revelação: Estoril-Praia sagra-se bi-campeão após derrota do Portimonense

239

O Estoril-Praia venceu o Sp. Braga, por 3-0, em jogo a contar para a 8ª Jornada da Fase de Apuramento de Campeão da Liga Revelação, disputado no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira.

Os golos foram marcados por Volnei (aos 26 e 52 minutos) e por Pablo Maldini (aos 67 minutos).

O técnico Vasco Botelho da Costa escolheu para o “onze” inicial João Oliveira, Tiago Manso, Volnei, Pablo Maldini, João Marques, Rúben Pina, Afonso Valente, Pedro Venaque, Duarte Carvalho, Diogo Batista e Benchimol.

Os “canarinhos” controlaram os acontecimentos desde o primeiro minuto, exercendo um domínio no último reduto dos minhotos, embora só tendo conseguido marcar 1 golo nos primeiros 45 minutos da partida.

Na segunda metade, o Estoril-Praia continuou a dominar, Volnei voltou a fazer o “gosto ao pé” e Pablo Maldini fechou a contagem num lance de bola parada (pontapé de canto).

Durante esta fase entraram em campo Sérgio Andrade (aos 56 minutos), Gonçalo Gomes, João Dias (ambos aos 75 minutos), Rúben Providence e Goldeson Marques (os dois aos 83 minutos).

No final da partida, Vasco Botelho da Costa mostrou-se orgulhoso pelo trabalho realizado e referiu que “merecíamos a vitória num jogo de enorme qualidade”.

Quando este jogo terminou, o foco dos “canarinhos” voltou-se para o jogo contra o Benfica que podia valer a festa aos “canarinhos”, pois ficavam a 1 ponto da tão ambicionada conquista do bi-campeonato.

Mas, quis o destino, que a festa fosse mais cedo, pois o Portimonense (única equipa que podia tirar o título ao conjunto do concelho de Cascais) perdeu (2-3) com o Rio Ave e ficou sem qualquer possibilidade de ficar com o ceptro.

Assim, a festa estorilista fez-se no sofá, mas não deixou de ser de arromba e promete continuar na visita ao terreno do Benfica e na receção ao Portimonense, no início do mês de abril.