Liga 3: Real SC empata cpm O. Hospital na estreia na Fase de Manutenção

199

O Real SC empatou (1-1) com o Oliveira do Hospital, em jogo a contar para a 1ª Jornada da Série 6 da Fase de Manutenção da Liga 3, disputado no Complexo Desportivo do Real SC, no Monte Abraão.

Os golos da partida foram marcados por Fábio Pala (aos 16 minutos), para a equipa da casa, e por João Pais (aos 10 minutos) para a formação forasteira.

Os primeiros minutos de jogo definiram o resultado final, pois “os erros do passado” voltaram a surgir e à passagem do 10º minuto já o Real tinha sofrido uma grande penalidade (defendida por João Godinho) e 1 golo.

Pouco depois, os homens de Miguel Valença chegam ao empate, com um cabeceamento de Fábio Pala, depois da cobrança de um livre direto por intermédio de Mika Borges.

Até ao intervalo, pouco se viu e o interesse passou a ser a forte chuva que fustigava todos aqueles presentes no anfiteatro

Na segunda metade, mais do mesmo, mas com uma pequena diferença, pois a chuva começou a dar tréguas e Miguel Valença trocou algumas peças do seu “xadrez”

Nos derradeiros momentos, destaque para a entrada do jovem Mustapha Corr, que fez a sua estreia na equipa principal e é mais um “trunfo” para esta difícil caminhada.

No final da partida, Miguel Valença referiu que “a primeira parte foi em crescendo onde os nossos 2 erros deram um golo ao adversário; a partir daí tomamos conta do jogo, controlamos e criamos oportunidades suficientes para ir em vantagem para o intervalo depois de termos feito a igualdade, tendo ainda um lance de grande penalidade clara a nosso favor que não foi marcada; na segunda parte, onde o adversário esteve sempre em bloco baixo para sair em transição e nós não conseguimos ligar o nosso jogo da melhor forma”.

Sobre a importância das bolas paradas (o golo surgiu na sequência de um livre direto), o técnico declarou que “hoje melhorámos relativamente aos últimos jogos; tanto na bola parada como em alguns aspetos táticos do jogo; foi insuficiente para garantir os 3 pontos, mas com este crescendo estamos mais perto de os garantir; é continuar a trabalhar para melhorar ainda mais”.

Em relação à paragem para as seleções antes do duelo com o Sporting “B”, Miguel Valença considera que “todas as semanas são importantes para melhorarmos o nosso jogo, tanto individualmente como coletivamente; rever os aspetos positivos e negativos deste jogo e melhorar mais; seguimos na luta do nosso objetivo”.

Sobre as alterações, concretamente a entrada de Paulinho e a variação de Mika para as alas, o técnico realista afirmou que “foi uma substituição para dar frescura ao meio campo e melhorar a ligação setorial; com isto queria que chegássemos com mais gente à ultima fase, porque o espaço entre linhas era muito curto devido ao bloco baixo do adversário e queríamos criar perigo através de cruzamentos; não tivemos o sucesso que queríamos”.

Na classificação geral, o Real SC está na 2ª posição, com os mesmos 8 pontos do Sporting “B”, e mais 4 pontos que o antagonista desta tarde.

Como já referido anteriormente, na próxima ronda, os comandados de Miguel Valença enfrentam o Sporting “B”, a partir das 15h00 do dia 2 de abril, no Estádio Aurélio Pereira, em Alcochete.