Estrela da Amadora e Nacional empatam a zero

181

O equilíbrio foi a nota dominante entre Estrela da Amadora e Nacional, que empataram no sábado (0-0) em jogo da 30.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, aumentando para cinco os jogos dos amadorenses sem vencer.

O Estrela da Amadora, que tem realizado um campeonato tranquilo e a salvo da luta pela manutenção (apesar de ainda não estar matematicamente assegurada), recebia na Reboleira um Nacional com esperanças de lutar pela subida à I Liga, ainda que ténues, em função do atraso pontual para a restante concorrência nos lugares cimeiros.

Nesse sentido, os madeirenses conseguiram criar uma situação perigosa aos cinco minutos, quando uma saída arrojada de Gonçalo Tabuaço, perante Danilovic, evitou males maiores para a equipa da casa, que ainda assim assumiria a iniciativa do restante encontro.

A primeira parte contou com algumas quebras de ritmo, motivadas por uma lesão muscular para cada lado – Tipote para o Estrela da Amadora e Rúben Freitas para o Nacional – e registaria mais uma situação de finalização para cada lado até ao intervalo: Madson ainda criou sensação de golo num livre direto, aos 17 minutos, e João Camacho atirou perto do poste esquerdo, aos 40.

O segundo tempo seguiu o caminho do primeiro, muito equilibrado e sem particulares motivos de interesse. Ainda assim, o Estrela criou sempre mais riscos no objetivo de abrir o marcador e ficou perto de o fazer por Paulinho, que, aos 77 minutos, proporcionou uma boa defesa a Vágner.

No restante tempo, e apesar dos esforços dos locais em chegar ao golo da vitória, a defesa insular mostrou-se à altura, segurando assim um nulo que não agradará particularmente a qualquer um dos conjuntos.

O Estrela, 13.º classificado, passou a somar 36 pontos, mais oito que o Trofense, que ocupa o lugar de play-off de manutenção, ao passo que o Nacional, sexto colocado, soma agora 45.

Jornal Desportivo com Lusa