Paulo Neto volta a pontuar no Rali Terras d’Aboboreira

281

Os troços de terra de Amarante, Baião e Marco de Canaveses, alguns deles com estatuto ‘mundialista’, receberam a terceira prova do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali Terras d’Aboboreira.

Um rali onde Paulo Neto / Vítor Hugo pretendia aproximar-se dos cinco primeiros da classificação do CPR, depois de um teste muito promissor antes do evento nortenho.

Uma entrada menos eficaz na sexta-feira acabou por condicionar a prova do piloto de Sintra, que depois tentou recuperar ao longo da etapa de sábado, conseguindo um meritório 8.º lugar final, acumulando pontos pela terceira prova consecutiva.

“Estávamos confiantes no nosso andamento à entrada para o rali, mas a realidade é que os dois troços de sexta-feira, em Baião, não nos correram da melhor forma. No sábado, já entrámos no nosso ritmo normal e conseguimos tempos competitivos, num rali bem organizado e com milhares de pessoas nos troços”, refere Paulo Alves, considerando que o oitavo lugar na prova “significa mais pontos para o nosso campeonato e dá-nos motivação para a próxima fase da época”.

O piloto de Sintra deixou ainda um agradecimento à equipa técnica, “pois o nosso Skoda voltou a funcionar na perfeição e a fiabilidade do carro tem sido um aliado importante para estes bons resultados” e felicitou a dupla vencedora, Miguel Correia / Jorge Carvalho, “pela brilhante vitória no rali”, referiu Paulo Neto, que é navegado pelo experiente Vítor Hugo.