Início AMADORA Estrela pode ofuscar favoritismo do Benfica

    Estrela pode ofuscar favoritismo do Benfica

    204

    O E. Amadora defronta o Benfica no próximo dia 21 de Novembro, em jogo a contar para a 1ª Jornada do Grupo C da Fase de Grupos da Allianz Cup.

    Apesar do palco do jogo ainda não estar definido, devido aos problemas que os “tricolores” tem tido nos últimos meses, tudo indica que os jogadores vão evoluir no Estádio José Gomes, na Reboleira.

    Vai ser então uma noite “a antiga”, num recinto que já viveu grandes momentos de glória, e que todos os jogadores amadorenses sonham em repetir.

    No entanto, o facto de ser um grupo e da matemática ter um papel ativo nas contas do apuramento, pode fazer com que o jogo seja mais tático, pois é o primeiro e ninguém sabe com vão correr os outros encontros.

    O Benfica é o claro favorito à vitória no jogo e no grupo, mas há um facto que vai fazer com que esta Allianz Cup seja diferente de todas as outras: o Mundial Qatar’2022.

    Como o calendário da época é apertado, devido à realização do Campeonato do Mundo no Inverno, a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga Portugal decidiram realizar esta Taça da Liga em moldes diferentes.

    Dividiram as 34 equipas que participam nas duas principais divisões (FC Porto “B” e Benfica “B” estão impedidas de participar) em 8 grupos de 4 equipas (os 2 últimos grupos têm 5 equipas) e apenas os vencedores passam para os Quartos-de-Final, decorrendo mais 2 eliminatórias até à tão desejada Final.

    Mas, as principais equipas (FC Porto, Benfica, Sporting e Sp. Braga) que são sempre os claros favoritos, este ano vão disputar a competição muito desfalcados, pois os melhores jogadores destes emblemas estarão no Qatar.

    E quanto maior a equipa, mais risco de se apresentar com poucos jogadores, o que pode causar grandes surpresas e, quem sabe, até um vencedor improvável, como já aconteceu com V. Setúbal e Moreirense, que levantaram o troféu quando nada o fazia prever.

    Portanto, consideramos que o Benfica frente ao E. Amadora continua a ser favorito, mas quem sabe se os amadorenses não podem fazer uma “gracinha” e escrever mais uma página brilhante da sua não menos brilhante história.

    Texto: João Pereira
    Notícia em destaque no Jornal Desportivo