Início RODAPÉ Fernando Santos acredita que o sonho é possível

Fernando Santos acredita que o sonho é possível

169
Seleção de Portugal

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, reforçou, esta quinta-feira, a ambição de levar a equipa das ‘quinas’ à conquista do Mundial2022, rejeitando “serviços mínimos” no Qatar, onde a campeã em título França é “a favorita”.

Apesar de acreditar que tem condições para guiar Portugal à primeira conquista de um Campeonato do Mundo, Fernando Santos preferiu colocar os lusos no lote das equipas que “acreditam” que o sonho é possível concretizar.

“O favorito é como nos campeonatos nacionais. Favorita é a França, seguramente. Ganhou a ultima edição, é a campeã [em título] . Há um conjunto de equipas que acreditam que é possível ganhar [o Mundial] e desse conjunto de equipas faz parte Portugal”.

Sobre as escolhas, a ideia passa por “perceber, neste momento, qual a melhor forma de potenciar os jogadores”, mas não existem “planos alternativos”.

Pepe é um dos mais experientes entre os 26 convocados, mas está sem competir há várias semanas no FC Porto, devido a lesão. Questionado sobre se o central está a 100% para representar Portugal, o selecionador esclareceu que “estão todos prontos”.

O momento de forma do capitão Cristiano Ronaldo, no Manchester United, e de João Félix, no Atlético de Madrid, não é algo que preocupe Fernando Santos, que recusou fazer planos específicos para os atletas em questão.

“[Cristiano Ronaldo] Jogou os últimos quatro jogos e, como todos os outros que convoquei, vem com uma fome enorme de mostrar a sua capacidade e de tornar Portugal campeão do mundo. Não tenho nenhum plano específico para o João [Félix]. Nem para o João, nem para outro qualquer, mas sim para a equipa. Vou procurar criar uma dinâmica de jogo que potencie a qualidade dos jogadores”, reforçou.

A lista final de 26 jogadores terá de ser enviada para a FIFA na segunda-feira, precisamente quando Portugal inicia a preparação para o Mundial2022, que inclui um jogo de preparação com a Nigéria, de José Peseiro, em 17 de novembro, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

A comitiva lusa viajará para o Qatar no dia seguinte, em 18 de novembro, tendo estreia marcada no Grupo H para 24 de novembro, diante do Gana, antes de defrontar Uruguai, em 28, e a Coreia do Sul, de Paulo Bento, em 2 de dezembro.