Pierluigi Tami refere que jogadores suíços contraíram um vírus nas não é Covid-19

201

O diretor desportivo da seleção suíça, Pierluigi Tami, revelou esta 3ª Feira que os atletas da equipa helvética contraíram “um vírus que circulava no hotel”, mas descartou a possibilidade de ser Covid-19.

Em conferência de imprensa, Tami referiu que “não se tratou de uma questão de Covid-19, mas sim um vírus que circulava no hotel; alguns jogadores apanharam, mas não foram todos”.

“Estávamos conscientes de que existia um vírus no hotel e por isso fizemos recomendações à equipa; no início não era um problema, mas é claro que temos de analisar se podemos fazer as coisas de uma melhor forma no futuro”, acrescentou Tami.

O diretor-desportivo da Suíça disse ainda que “infelizmente, houve vários jogadores que estiveram doentes ou a sofrer, e o adversário era mais forte e estava mais fresco; pagámos pela energia gasta nos primeiros 3 jogos”.

Recorde-se que depois deste anúncio, a Seleção Nacional ficou alerta, pois a formação portuguesa jogou com os suíços precisamente na 3ª Feira, em encontro a contar para os Oitavos-de-Final do Mundial’2022.

Até agora ainda não houve nenhuma informação sobre qualquer doença contraída por um jogador da equipa das “quinas”, o que é à partida um bom sinal, mas também é verdade que os vírus têm diferentes dias de incubação.