Início CASCAIS Vasileia Karachaliou “superfeliz” por ser vice-campeã da Europa de ILCA 6

Vasileia Karachaliou “superfeliz” por ser vice-campeã da Europa de ILCA 6

161
Clube Naval de Cascais

A velejadora Vasileia Karachaliou disse estar “superfeliz” por se ter sagrado vice-campeã da Europa de ILCA 6, classe olímpica, e por ter conseguido “um bom início” da sua representação por Portugal.

“Estou superfeliz por esta vitória, é um bom início por Portugal. Ser segunda na Europa significa muito para mim, e logo em condições realmente difíceis”, explicou, em declarações à agência Lusa.

A grega, que aguarda a naturalização e compete pelo Clube Naval de Cascais, somou 50 pontos, mais 18 do que a nova campeã da Europa, a neerlandesa Marit Bouwmeester, e a mesma meia centena da húngara Maria Erdi, que ficou no terceiro lugar após ser aplicado o critério de desempate (maior número de vitórias em regatas – duas para Karachaliou, uma para Erdi).

É o primeiro grande resultado de Karachaliou em representação de Portugal, depois de nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, realizados em 2021, ter conseguido um nono lugar pela Grécia, país que considera nunca a ter apoiado, como explicou à Lusa em novembro do ano passado.

Fora da frota de ouro, que discutiu o título de ILCA 6, Luísa Peres concluiu no 32.º lugar da frota de prata, subindo três postos no último dia de regatas em Andora.

Na olímpica ILCA 7 (para homens), o pior dia de prova penalizou Eduardo Marques, que era 12.º à entrada para as últimas regatas e acabou por fechar o Europeu no 23.º posto, depois de um início em que venceu uma das largadas e esteve nos primeiros lugares.

Na mesma ‘gold fleet’ estava Santiago Sampaio, que recuperou um lugar hoje e acabou no 28.º posto, enquanto na prata José Mendes fechou em 24.º e Lourenço Mateus em 30.º.

Em ILCA 6 masculino, que não é olímpico, João Pontes foi sexto, com 76 pontos, a 36 dos lugares de pódio da classe.