Início EM FOCO Veteranos de Real Sport Clube recusam arrumar as botas

Veteranos de Real Sport Clube recusam arrumar as botas

391

A equipa de veteranos do Real Sport Club (RSC) recusa-se a arrumar as chuteiras e sempre que possível, entra em campo para dar o seu melhor. Nem sempre é possível vencer, “mas o mais importante é manter o convívio e a amizade”, do grupo constituído 27 jogadores.

No último jogo com os Amigos do União de Santarém a vitória sorriu à quipa de Sintra, “mas o mais importante foi a 3.ª parte da partida” que resultou “num excelente jantar convívio” no restaurante Muchacho, em Barcarena, patrocinador da equipa.

Este é sempre o melhor resultado dos jogos”, refere com muito humor e boa disposição, José Ferreira, um veterano do “bom garfo”, apreciador confesso da boa cozinha nacional, já a pensar na próxima deslocação, no dia 22 de abril, com a equipa de Marinhais.

Durante a época desportiva, os veteranos do Real Sport Clube, realizam cerca de jogos de confraternização com outros grupos por todo o país, que recusam abandonar os relvados.

“Ficamos muito satisfeitos por poder continuar pelo 15º ano de existência do grupo, a fazer o que nos une a todos, que é o prazer de jogar futebol mantendo o espirito da amizade e do fair-play que concerteza serão as diretrizes que iremos seguir durante a época”.

Nada é deixado ao acaso e o planeamento da época é foi feito com a devida antecedência. Há que honrar compromissos, enfrentando os desafios para a época desportiva, sem perder “a união que queremos que o grupo tenha e que seja cada vez mais forte a vontade de representar o nome do Real Sport Clube”.

O espírito veterano está presente no grupo, que ama o futebol e mais importante de tudo, entra em campo para “fazer novas amizades e fortalecer as mais antigas”. Essa é a vitória mais importante.